AC TÓRTORO: HOMENAGEADO PELA ARL-ACADEMIA RIBEIRÃOPRETANA DE LETRAS

Na noite do dia 22 de novembro de 2017, às 19 horas, na Câmara Municipal de Ribeirão Preto a ARL- Academia Ribeirãopretana de Letras recebeu homenagem pelos seus 70 anos por meio do Projeto do Vereador Marcos Papa.
Composição da mesa diretora: Carlos Roberto Ferriani( Vice-presidente da ARL, Marcos Zeri Ferreira (Presidente da ARL), Rodrigo Simões ( Presidente da Câmara Municipal de Ribeirão Preto ), Vereador Marcos Papa (autor do Projeto em homenagem à ARL) e Isabela Pessoti (Secretária Municipal da Cultura de Ribeirão Preto).
Na oportunidade a ARL prestou homenagens ao acadêmico Theodoro José Papa – saudação feita pela acadêmica Rosa Maria de Britto Cosenza- e Sylvio Ricciardi – saudação feita pela acadêmica Luzia Stella D. C. de Souza e Mello – ( homenagens póstumas).
Também foi prestada homenagem ao ex-presidente, Antonio Carlos Tórtoro – saudado pelo acadêmico Waldomiro Peixoto (Discurso abaixo) – pela fundação da ARE- Academia Ribeirão-pretana de Educação que nasceu em uma das reuniões da ARL, em 2002.
Em seguida, às 21 horas, no Hotel Nacional da rua Duque de Caxias, 1313, foi servido jantar organizado pela confrade Irene Coimbra.

Fotos de Lu Degobbi – Grupo Amigos da Fotografia de Ribeirão Preto

Fotos de Elza Rossato – Presidente do Grupo Amigos da Fotografia

Fotos de Tânia Ivo – aluna de Elza Rossato – Grupo Amigos da Fotografia de Ribeirão Preto

Ribeirão Preto, 22 de novembro de 2017.
DISCURSO EM HOMENAGEM AO EDUCADOR ANTONIO CARLOS TÓRTORO

ECCE HOMO!

Apresentação
Excelentíssimo Presidente da Câmara Municipal de Ribeirão Preto, Sr. Vereador Rodrigo Simões, na pessoa de quem saúdo todos os componentes da mesa.
Boa noite autoridades e senhores presentes!
Coube-me a prazerosa, fácil e também difícil tarefa de saudar, em nome da ARL – Academia Ribeirãopretana de LETRAS – o Educador Antonio Carlos Tórtoro, pelo seu trabalho à frente da ARE – Academia Ribeirão-pretana de EDUCACÃO – e pelos relevantes serviços prestados à nobre causa da Educação, no momento em que a ARL comemora seus 70 Anos de Fundação
Prazerosa tarefa por motivos óbvios; esta é uma noite memorável! Fácil por ser um grande amigo e pessoa com quem privamos há muitos anos e conhecemos muito bem. Difícil por ele ter um vasto currículo e nosso tempo, hoje, é curto para tão longa tarefa.

Breve Biografia
O Educador Tórtoro nasceu em 1949. É casado com Lúcia Aparecida Deggobi Tórtoro, pai de Giovanna e Rodrigo. Professor de Matemática, Jornalista, Escritor, Agitador Cultural e Coordenador Educacional do Colégio Anchieta.
Em sua trajetória como educador constam SENAI, Colégios Metodista, Santa Úrsula, Ateneu Barão de Mauá e Colégio Anchieta.
É ou já foi colaborador de inúmeros jornais, periódicos e revistas de nossa cidade e região. É acadêmico da ARL – Academia Ribeirãopretana de Letras, ocupando a cadeira n. 24, onde foi presidente durante profícuos 10 anos – início de 1996 ao final de 2005. Pertence à CPERP – Casa do Poeta e do Escritor de RP e à ALARP – Academia de Letras e Artes de RP.
É membro-fundador do CEA – Centro de Estudos Americanos de RP. Foi membro do Conselho Municipal de Cultura de RP, do CONPPAC – Conselho de Preservação do Patrimônio Cultural de RP, do CONDEMA – Conselho do Meio Ambiente de RP, do Conselho Municipal de Educação de RP, da OVJ – Ordem dos Jornalistas de RP, da Fundação do Livro de RP. É membro do Grupo Amigos da Fotografia de RP
Recentemente, plugado e antenado sempre no que acontece no presente de sua comunidade e cidade, idealizou e fundou a AVARMERP – Academia Virtual de Artes e Letras da Região Metropolitana de RP.
Recebeu inúmeros títulos e honrarias, entre eles o de Cidadão Emérito de Ribeirão Preto, em 1998.
Paremos por aqui, para não dizer das dezenas de outras instituições a que Tórtoro pertence e por não nos permitir a exiguidade do tempo.

Obra Literária
Publicou os livros de poemas Ecos, Edelweiss, Mosaico e Estrelas no Mar, considerado este último pelo próprio autor sua obra poética mais importante.
Autor dos textos e poemas, nas obras fotográficas, Arquitetura do Passado – Um Olhar sobre RP, Ribeirão Preto – O Passado Manda Lembrança I, II ,III e IV, e Piacevolezza, este último uma memória fotográfica, com poemas, do Colégio Santa Úrsula.
Escreveu Repercutindo Educação – coletânea de crônicas que recomendamos pela profundidade dos questionamentos educacionais, de grande pertinência para os tempos bicudos em que nossa Educação Brasileira vive.
Teve participação em dezenas de Antologias Poéticas. É autor das belas letras de inúmeros hinos, entre eles o da ARL, com música de Branca Marilene Mora de Oliveira, e o da ARE, com música de Wilson Salgado. Escreveu inúmeros prefácios para autores de Ribeirão Preto e região. Recebeu prêmios e menções honrosas em inúmeros concursos literários.

Antonio Carlos Tórtoro – o Educador
Quando Pilatos apresentou Cristo à multidão, ele teria dito: Ecce homo!, em bom português, “Eis o homem!”, como a dizer “aqui está verdadeiramente um homem, em seu sentido pleno”.
De Tórtoro pode-se dizer algo semelhante: eis um homem que nos ensina pelo ilibado caráter e pelo exemplo. Exemplo de amigo, de esposo, de pai, de homem preocupado com a cultura, exemplo de professor e Educador. Neste último papel, Tórtoro tem uma importância fundamental que transcende em muito os muros das instituições escolares. Com a pena e alma de Educador, este escritor é articulista de revistas e sites de Educação e Letras, competente resenhista de obras literárias, possui um site próprio (www.tortoro.com.br), onde faz ampla divulgação de eventos ligados à Educação e às Letras de nossa região. E como responsável pela Biblioteca do Regatas, tem sido um incansável divulgador dos autores locais e regionais.
Senhores presentes, damos, sim, especial destaque a esse papel de Educador, porque como tal Tórtoro tem construído sua bela trajetória como cidadão engajado e compromissado com todas as comunidades que o cercam. Estamos falando do Educador no sentido que tão bem nos ensinam as lições sábias de Rubem Alves:
- Professor é aquele que instrui. Educador é aquele que ensina a viver.
- Professor é aquele que discute disciplina. Educador é o que aponta caminhos.
- Professor ensina lógica e métodos seguros. Educador ensina a pensar “fora da caixa” e experimentar a poesia dos riscos e da insegurança, como a bradar para seus orientados: “Vão em frente, a vida transcende em muito o papel da Escola e o Universo os espera de braços abertos, com todos seus desafios e incertezas!”
Quando somos jogados na vida, esquecemos de todos os cálculos e fórmulas que aprendemos nos frios bancos escolares. Mas – jamais! – dos educadores que provocaram arrepios em nossa espinha e paixões a esquentar nosso peito e gelar nossas mãos.
Nas palavras de Rubem Alves: “As práticas educativas vislumbram muito mais que a mera instrução para os papéis e funções sociais, elas conduzem os indivíduos para a formação da inteireza do ser entrelaçando razão e intuição, corpo/emoção e mente/espírito. O professor instrutor cumpre obrigações. O professor educador celebra paixões.” (Do site PEDAGOGIAAO PEDALETRA.COM).
Tórtoro sempre entendeu este papel transcendental da Educação. Por conta disso idealizou e, junto com outros acadêmicos da ARL – Academia Ribeirãopretana de Letras, fundou a ARE – Academia Ribeirão-pretana de Educação – em 03 de agosto de 2002 e foi seu primeiro Presidente, até final de 2005, quando assumiu a Educadora Marilda Franco de Moura, a primeira Presidente Eleita.
No brasão da ARE há uma coruja, símbolo da Sabedoria, e, sob seus pés, a expressão latina “IN TOTUM HOMINEM PROMOVERE”, por sugestão da Educadora e Latinista Professora Maria Aparecida de Brito Cosenza, que se pode traduzir por “Promover o homem por inteiro” ou “Promover o homem em sua totalidade”. Esta visão holística do Homem faz parte da essência da ARE e esse “dna” do Sodalício tem se mantido desde sua fundação.
A ARE tem cumprido um papel extraordinário na construção da memória de nossa cidade, ao reunir em seu quadro muito do que há de mais expressivo na Inteligência Ribeirão-pretana, perenizando o nome de Grandes Mestres ao torná-los patronos ou acadêmicos, como gesto de reconhecimento pelo meritório exercício educacional que cada um deles realizou ou realiza. Com Tórtoro à frente, a ARE:
Instituiu o Medalhão de Mérito Educacional “Professor Nicolau Dinamarco Spinelli”;
Instituiu o Trofeu “Meu Mestre Inesquecível” oportunidade em que acadêmicos puderam homenagear seus Mestres e perenizar suas memórias
Promoveu o “I Encontro Regional de Educação”, com o tema “Ensinando no Século XXI”, em 2011. O “II Encontro Regional de Educação”, com o tema “DA Pedra ao Virtual”, em 2014. E o “III Encontro Regional de Educação”, com o tema “Educação – Reformas e Propostas”, em2017.
Publicou a antologia “EDUCAÇÃO – Uma Visão da ARE”, onde se encontram ensaios e entrevistas de vários acadêmicos, uma rica e instigante radiografia da educação que se pratica em nossa região.
Em uma das crônicas do seu livro Repercutindo Educação, o Educador Tórtoro adverte: “É preciso que os pais mantenham um contato constante, mas tranquilo e confiante, com os educadores encarregados de parte importante da formação de seus filhos, é preciso andar olhando para a frente, e compreendendo as experiências, inclusive dos outros, que ficaram para trás.” Assim é sua visão global de Educador: sabe que a Educação integral passa pela capacitação da Escola, mas não prescinde do papel umbilical e amoroso da família, de cujo consórcio nascem homens preparados para a vida.

Encerramento
Gostaria de encerrar esta fala citando Aristóteles: “Nós somos o que fazemos repetidas vezes. Excelência, então, não é um ato, mas um hábito: o bem do homem é a alma trabalhar no caminho da excelência a vida inteira… não é um único dia ou um curto espaço de tempo que torna o homem abençoado e feliz.”
Penso que este pensamento de Aristóteles expressa o trabalho incansável desse Educador e verdadeiro construtor social.
Hoje, a ARL sente-se muito honrada em lhe prestar este reconhecimento público.
Muito obrigado Educador Antonio Carlos Tórtoro!
Muito obrigado a todos.

ACADEMIAS, ALARP-Academia de letras e Artes de Ribeirão Preto, ARE-Academia Ribeirão-pretana de Educação, ARL- ACADEMIA RIBEIRÃOPRETANA DE LETRAS, Barão de Mauá, BIOGRAFIA, Colégio Anchieta, Colégio Metodista, Colégio Santa Úrsula, CPERP - Casa do Poeta e do Escritor de Ribeirão Preto, CURRÍCULO, EDUCAÇÃO, Educacional, SENAI -Serviço Nacional da Indústria