CADEIRA RIBEIRÃO PRETO DA AVARMERP

Artistas interessados em manter contato com artistas das 36 cidades da Região Metropolitana de Ribeirão Preto, ver o que é a AVARMERP em : http://www.tortoro.com.br/blog/?p=10195

“POLO TECNOLÓGICO E DE SERVIÇOS, RIBEIRÃO PRETO TAMBÉM SE DESTACA PELO TURISMO DE NEGÓCIOS E DE EVENTOS, COM DIVERSIDADE EM LAZER, EM CULTURA E OPÇÕES PARA TODAS AS IDADES”.

Revista Revide – Edição 876

AVARMERP--LITERATURA

1.PATRONO DE LITERATURA – DR LUIS CARLOS RAYA

DR-RAYA-AVARMERP

Nasceu em Rio Claro, Estado de São Paulo. Era médico pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo formado em 1960. Residência no Hospital das Clinicas de Ribeirão Preto. Curso de pós graduação e doutorado na mesma Faculdade; especialista em Pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria e Associação Médica Brasileira; ex docente de Pediatria da FMRP – USP; foi presidente da Sociedade de Pediatria de São Paulo, da Sociedade Latino – Americana de Investigação Pediátrica e do Departamento de Pediatria do Centro Médico de Ribeirão Preto; foi Secretário Municipal da Saúde de Ribeirão Preto por duas vezes (1983-1988 e 1993-1 996); ex-presidente da Academia Ribeirãopretana de Letras, e membro titular (cadeira número 08, patrono Humberto de Campos). Sócio jubilado da Associação Médica Brasileira e remido da Associação Paulista de Medicina. Livros publicados: “Educação, Caminho para a Liberdade” (Ed. Raya Júnior, Rio Claro, 1978) e “Da Infância à Adolescência, da Teoria a Prática” (Ed. Franciscana, Piracicaba, 1981). Capítulos de livros: “Medicina, Amor e Mediunidade”, in “A Destinação do Brasil” (IBRAFAN – Franca, 2.000); “Saúde: Conceitos Abrangentes” e “Ciências Médicas versus Ciências Sociais” in “Saúde – Conceitos Abrangentes” (FRASCE – Rio De Janeiro, 2.000).

MEMBROS

1. ANTONIO CARLOS TÓRTORO

FOTO-TORTORO-AVARMERP

Antonio Carlos Tórtoro é escritor, educador, fotógrafo/diretor do Grupo Amigos da Fotografia, fundador e 1º. Presidente da ARE- Academia Ribeirão-pretana de Educação e ex-presidente da ARL- Academia Ribeirãopretana de Letras. Site: www.tortoro.com.br

2. CEZAR BATISTA

CEZAR-BATISTA-AVARMERP

É casado, tem um filho e um neto. Pós-graduado em Administração de Empresas e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Escreve desde jovem e sempre procurou ler todo tipo de literatura, nacional e internacional. Participou de seis antologias e publicou os seguintes livros: “Como (não) Administrar”, “Crônicas… de todos nós”, “Soltando-se dos braços da depressão”, “Sinta-se grato”, “Gutas”, “Ame-se – ensaio sobre autoestima”, “Histórias de Arquibaldo”, “Vamos gozar… a vida?”, “Sangue e Sedução”, “De tudo um pouco”.
Frequenta a Casa do Poeta e do Escritor de Ribeirão Preto, e o Grupo de Médicos Escritores e Amigos Dr. Carlos Roberto Caliento.
Ocupa a Cadeira nº 29 da Academia Ribeirãopretana de Letras-ARL.

https://www.facebook.com/search/str/cezar+batista/keywords_blended_posts

3. MARLENE B. CERVIGLIÉRI

MARLENE-CERVIGLIERI--AVARME

Professora Pedagoga e, Psicóloga Clínica Escritora de Contos Crônicas, Poemas e Histórias Infantis.
Livros editados: ELF conto infantil, 1ª. Coletânea de histórias Infantis, Poemas da Maturidade. E A Alma chorou Poemas. Contos, Poemas e Encantos- Livro editado 2017. Trabalhos em livros didáticos, revistas, jornais e diversas. Antologias. Integrante da Academia de Letras Teófilo Otoni-MG da Academia Internacional de Artes Letras e Ciências – ALPAS. Membro da Academia Ribeirão-pretana de Educação de Ribeirão Preto-SP. Participa do Grupo Médicos, Escritores e Amigos Dr. Carlos R.Caliento-Ribeirão Preto. Casa do Poeta e Escritor de Ribeirão Preto. Da UEI-União dos Escritores Independentes. Participou da Feira do Livro e Leitura Ribeirão preto/SP.
https://www.facebook.com/search/top/?q=marlene%20cervivlieri

4. ALEXANDRE AZEVEDO

ALEXANDRE-AZEVEDO-AVERMERP

É professor de literatura brasileira e portuguesa, filosofia e sociologia. Escritor, autor de 115 obras voltadas para crianças, jovens e adultos. Algumas de suas obras foram prefaciadas, comentadas e elogiadas por autores como Luís Fernando Veríssimo, Ziraldo, Manoel de Barros, Lourenço Diaféria, Affonso Romano de Sant’Anna, Carlos Herculano Lopes, Márcia Kupstas, Carlos Eduardo Novaes, Carlos Herculano Lopes, Carlos Augusto Segato e Antônio Carlos Tórtoro. Alexandre Azevedo já vendeu mais de 1 milhão de obras. Em 2009, a editora Saraiva lançou um catálogo especial pelos seus 20 anos de carreira literária. Em 2012, foi o autor homenageado na 12ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto (SP).

https://www.facebook.com/alexandre.azevedo.1428?hc_ref=ARR-Bvdiy6-yK1XaovhMQvt4JEf-uidAL2RBKEHM32-7htQsnot234kNolOghnXOaLo

5.IRENE COIMBRA

IRENE-COIMBRA-AVARMERP

Irene Coimbra de Oliveira Cláudio, é professora aposentada, escritora, poetisa, produtora e apresentadora do Programa “Ponto & Vírgula” da TVRP/Canal 9/Net.
Coordenadora das Antologias Ponto & Vírgula – Poesias, Contos e Crônicas.
Idealizadora e fundadora da Revista Ponto & Vírgula- Primeira Revista Literária de Ribeirão Preto.
Autora dos livros: “Pedaços de um Diário”, “Dr. Hanamaikai e outros contos”, “Simplesmente Poemas”, “Entre Poemas”, ”Meu Diário Meia Sete”, “Denúncias Poéticas, Contos e Crônicas” e “Poemas de Irene”.
Irene é membro da Academia Ribeirãopretana de Letras e da Academia Ribeirão-pretana de Educação.
É casada com Paulo Cláudio e tem dois filhos: Fernando e Aline.

Blog: http://pontoevirguladivulgando.blogspot.com.br/
Facebook: Irene Coimbra
https://www.facebook.com/programapontoevirgula/
https://www.facebook.com/irene.coimbra.90

6. MATHEUS ARCARO

MATHEUS-ARCARO-foto-para-VA

Matheus Arcaro é mestrando em filosofia contemporânea pela UNICAMP. Pós-graduado em História da Arte. Graduado em Filosofia e também em Comunicação Social. É professor, palestrante, artista plástico e escritor, autor do romance “O lado imóvel do tempo” (Patuá, 2016) e dos livros de contos “Violeta velha e outras flores” (Patuá, 2014) e “Amortalha” (Patuá, 2017).
Contato: www.matheusarcaro.art.br

7. RITA MOURÃO

RITA-MOURÃO--para-AVARMERP

Rita Mourão é professora aposentada, Contista, Poeta e Trovadora, com alguns prêmios conquistados em Ribeirão Preto e em outros estados brasileiros.
Foi a escritora regional homenageada na Feira do Livro de 2016. Possui 6 livros editados, cinco de poemas e um de contos.
https://www.facebook.com/rita.mourao.1
e-mail: Rita-mou-rao@hotmail.com.

8. WALDOMIRO PEIXOTO

WALDOMIRO--para-AVARMERP

Nome: Waldomiro Waldevino Peixoto
Nascimento: 21 de agosto de 1950
Naturalidade e Nacionalidade: Ipuã, São Paulo, Brasil
RG e CPF: 5 764 986-8 e 744 409 268-00
Minibiografia: WWP nasceu em 1950, em Ipuã, SP. Casado com Siodéria Aparecida de Carvalho Peixoto, é pai de Simone de Carvalho Peixoto e Fernanda de Carvalho Peixoto Cardoso, avô de Leandro Peixoto Nogueira. Estou Letras, lecionou por cerca de vinte anos as disciplinas Língua Portuguesa, Literatura em Língua Portuguesa, Metodologia de Redação. É especializado em Estrutura Morfossintática da Língua Portuguesa. Lecionou por cerca de dez anos a disciplina Literatura Infantil no Curso de Magistério da Instituição Moura Lacerda. Foi professor no Sagrado Coração de Maria, em Marília/SP, e no IALIM – Instituto Americano de Lins da Igreja Metodista, em Lins/SP. Trabalha no comércio, no segmento de equipamentos odontológicos, há quase quarenta anos.
É patrono-fundador da ARE – Academia Ribeirãopretana de Educação, acadêmico da ARL – Academia Ribeirão-pretana de Letras, onde ocupa a cadeira 22, cujo patrono é Veiga Miranda. Faz parte do Grupo Amigos da Fotografia de Ribeirão Preto e da Loja Teosófica Luz Profunda de Ribeirão Preto. Fez parte do Grupo Flamboyant de Literatura, importante fomentador das artes literárias durante quase 20 anos, sob a orientação da Escritora e Semióloga Ely Vieitez Lisboa.
Participou de dezenas de antologias literárias e, em 2017, lançou o livro de poemas “Faca Amolada”, prefaciado pelos escritores Antonio Carlos Tórtoro e Ely Vieitez Lisboa e editado pela Funpec – Ribeirão Preto.
Recentemente foi empossado Vice-Presidente da ARL para o biênio 2018-2019, ao lado do Presidente Carlos Roberto Ferriani.
Email: literaturaetc@gmail.com ou wpeixoto1950@gmail.com
Página no FacebooK: https://www.facebook.com/WPeixoto

9. ADRIANO ROBERTO PELÁ

ADRIANO-PELÁ-para-AVARMERP

Adriano Roberto Pelá, natural de Ribeirão Preto, contabilista, empresário construtor, poeta e escritor amador desde sempre. Membro de UBE- União Brasileira de Escritores-,CPERP – Casa do Poeta e Escritor de Ribeirão Preto-, UEI- União dos Escritores Independentes.

E-mail: adrianorpela@gmail.com

10. MAX WAGNER

MAX-WAGNER--para-AVARMERP

Max Wagner mora em Ribeirão Preto/SP, tem 42 anos, é casado e pai de três filhos. É escritor, historiador, editor, professor de História e Literatura, ativista cultural, colunista e crítico literário. Cursou Letras, mas não concluiu o curso, depois fez Licenciatura em História pela UNIFRAN – Universidade de Franca. Possui vários cursos extracurriculares: História da Arte, História da Literatura Brasileira, História da Literatura Mundial, Gêneros e Movimentos Literários, Editoração Eletrônica, Escrita Criativa e Gramática. É membro da Casa do Poeta e Escritor de Ribeirão Preto, UEI – União dos Escritores Independentes, Grupo de Médicos e Amigos Escritores de Ribeirão Preto, Ordem dos Jornalistas de Ribeirão Preto, e do grupo Lugares da Memória de Ribeirão Preto. É autor do romance histórico A Última Poesia – Do Orgulho Nasce a Guerra, já participou de várias antologias e feiras de livro pelo Brasil. Em breve publicará três livros: o romance “O Silêncio das Armas”, História da Literatura em Ribeirão Preto, Ribeirão Preto e a 1ª Guerra Mundial. Foi coordenador do Centro Cultural Luiz Gaetani, atualmente trabalha com edição de livros na sua editora Maxibook.

Blog: aultimapoesiademaxwagner.blogspot.com.br
Site: maxwagnerescritor.wixsite.com/escritor
Facebook: www.facebook.com/max.wagner.5661
Tel: (16) 98183-7455

11. OSMAR BARRA

OSMAR-BARRA-para-AVARMERP

Osmar Barra é natural de Conquista (MG). Professor de História e Geografia, concursado. Ambientalista, Jornalista (STF) e Escritor de quatro livros: o primeiro livro Quanta Saudade!, o segundo, O Meio Ambiente da Antiguidade aos Nossos Dias, o terceiro, A Trilha dos Desbravadores Pioneiros do Brasil em português e espanhol e o quarto, Santos Dumont Cientista Inventor e Gênio, Ambientalista. É Jornalista e curador das Exposições de Silveira e Barrinha e Santos Dumont. Osmar Barra está no Facebook.
Tel. (16)99717-2651 Vivo ou 98849-4848 Oi.

osmarbarra01@gmail.com

12. FERNANDA CASTELLO MOÇO RIPAMONTE

FERNANDA-RIPAMONTE-para-AVA

Brasileira, nasceu em Ribeirão Preto, Estado de São Paulo em 26 de outubro de 1951. Casada com Dr. Francisco José Ripamonte. Tem três filhas e quatro netos.
Concluiu o Curso Ginasial na Escola Estadual Thomás Alberto Whatelly no ano de 1967 e no Instituto de Educação Otoniel Mota graduou-se em Magistério no ano de 1969.
Advogada, Bacharel em Direito colando grau no ano de 1975, no Centro de Ciências Humanas da UNAERP, com especialização em Direito Civil.
Integrou a equipe de compilação de dados do Professor Valentin Carrion, quando da elaboração do Livro Comentários à Consolidação das Leis do Trabalho – 1ª Edição – 1976.
Foi Professora Titular das Cadeiras de Ética Profissional e Redação Empresarial nos Cursos de Administração e Informática da Escola Técnica Advance em Ribeirão Preto.
Integrou o CONPAC, CONSELHO DE PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL DO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO – CONPPAC/RP; o Conselho Consultivo da Fundação Feira do Livro de Ribeirão Preto; o Conselho do FUNDO SOCIAL DE SOLIDARIEDADE do Município de Ribeirão Preto; o CONSEAS – CONSELHO ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, como representante da 12ª Subseção da OAB; o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e atualmente integra o Conselho Municipal de Educação de Ribeirão Preto.
Recebeu o Diploma e a Medalha Câmara Municipal de Ribeirão Preto na comemoração de 125 anos da Câmara em 15 de fevereiro de 2000.
Na condição de Presidente da UNEP – União das Entidades Sociais Particulares de Ribeirão Preto, cargo que exerceu de 1995 a 2002, publicou nos jornais locais: “A Cidade”, “O Diário”, Suplemento Regional da Folha de São Paulo “Folha Nordeste” artigos contribuindo com a discussão sobre a isenção da quota patronal da Previdência para as Entidades Filantrópicas. Publicou também artigos sobre as Entidades de Ribeirão Preto que receberam o Premio Bem Eficiente, a saber: APAE, Liga das Senhoras Católicas, Casas de Betânia e Casa da Criança Santo Antonio.
É membro da ACADEMIA DE LETRAS E ARTES DE RIBEIRÃO PRETO, titular da cadeira nº 18 cujo patrono é o jornalista Sebastião Fernandes Palma. Participou da Diretoria Executiva da ALARP no cargo de Secretária e Bibliotecária.
É membro da ACADEMIA RIBEIRÃOPRETANA DE LETRAS JURÍDICAS, sendo titular da cadeira nº 08 cujo patrono é o Doutor Othon Sidou, ilustre Jurista do Rio de Janeiro – Presidente, á época, da Academia Brasileira de Letras Jurídicas.
É membro da ACADEMIA RIBEIRÃOPRETANA DE LETRAS, titular da Cadeira nº 30, cujo patrono é o escritor João Guimarães Rosa.
Participou da mesa diretora e foi uma dos fundadores da ACADEMIA JOAQUINENSE DE LETRAS – no município de São Joaquim da Barra-SP, em 1996.
Participou a convite da 12º Subsecção da OAB em 2000 e 2001 dos eventos culturais.
Participou do 1º e 2º concurso, classificada e premiada no 1º Concurso de Contos e Poesias Flávio Henrique Lemos promovido pela Diretoria do Fórum de Ribeirão Preto, com duas antologias publicadas.
Integrou o corpo de jurados no 1º Concurso Literário de Crônica, Conto e Poesia, promovido pelo Centro Médico de Ribeirão Preto, em outubro de 1999.
É uma das idealizadoras da Exposição de Artes do Palácio da Justiça de Ribeirão Preto, “Justiçarte”, que se realiza desde 1996 até a presente data.
Assessora Jurídica da Associação das Escolas de Dança de Ribeirão Preto até dezembro de 2000.
Assessora da Presidência da Sociedade Lítero Musical mantenedora da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto de 2000 até final de 2002.
Proferiu palestras sobre literatura nas Faculdades COC, Faculdades de Serviço Social e Publicidade da UNAERP, no Curso de Secretariado da Escola Estadual José Martiniano da Silva, Faculdades do Centro Universitário Barão de Mauá, Centro Universitário Moura Lacerda, Instituto de Educação Otoniel Mota sobre a escolha e opção profissional.
Proferiu palestra sobre o trabalho social em Brasília, na Câmara de Vereadores do Distrito Federal representando a União das Entidades Sociais Particulares de Ribeirão Preto.
Participou da Antologia comemorativa aos 15 anos da ALARP em 1998.
Participou da Antologia em Idioma Espanhol do Proyecto Cultural Sur.
Participou da Antologia da ACADEMIA RIBEIRÃOPRETANA DE LETRAS Permanência das Letras – ecos da ARL em seus 65 anos – (1947- 2012).
Editou em 1998 “Para não Esquecer…” – Relatos Biográficos de pessoas ilustres que exerceram atividades sociais em Ribeirão Preto- (Riberset Gráfica e Editora Ltda); em 1999 “Laços” – Poesias – (Editora Legis Summa); em 2002 a obra biográfica em 239 páginas, sobre a vida do Professor da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo, Guilherme Simões Gomes, sob o título de “HISTÓRIAS DO PROFESSOR SIMÕES” – (composto em São Paulo, na Jet Graphic); também a obra biográfica “Francesco História de um Imigrante Italiano” – edição de São Francisco Gráfica e Editora Ltda., 2006; e biografia e contos de Benedito Antonio da Silva, em 2012, “ Histórias da minha vida”.
Integra a publicação “Construtores de História 4 – Famílias Italianas do Brasil – Editora & Livraria EST – Frei Rovílio Ltda. Porto Alegre RS, 2016.
É autora da parte histórica (legendas de fotos do Grupo Amigos da Fotografia, além da identificação de logradouros) do livro “O PASSADO MANDA LEMBRANÇA I” lançado em 2006 e que se encontra no Baú na Câmara Municipal a ser aberto nos 200 anos de Ribeirão Preto. Autora também das legendas de “O PASSADO MANDA LEMBRANÇA” II e IV /2010/2017 do Grupo Amigos da Fotografia.
Trabalha sem pressa na obra “Florilégio – Sentimento e Vigília”.

FACEBOOK: https://www.facebook.com/fernanda.ripamonte.3
E-MAIL: ripamontefcm@gmail.com

13. JOSÉ CARLOS BARBOSA

BARBOSA-JOSÉ-CARLOS-para-AV

José Carlos Barbosa nasceu em 2 de setembro de 1948 em Serra Azul (SP), na Fazenda Belo Horizonte. Radicou em Ribeirão Preto desde 1955, terra que o adotou como se fosse sua terra natal. Sempre estudou em escolas públicas.
Jornalista, escritor, autor de 09 livros, nível Universitário em Administração de Empresas.
Foi caminhoneiro por algum tempo, fundador do primeiro jornal no norte de Mato Grosso “Negócios e Negócios do Notão”, microempresário no ramo atacadista e representante comercial. Aposentado, hoje é presidente da Ordem dos Jornalistas de Ribeirão Preto e Região, membro da Casa do Poeta de Ribeirão Preto; UEI “União dos Escritores Independentes” de Ribeirão Preto; Grupo Médicos Escritores e Convidados. Barbosa é autor da Mostra dos Escritores de Ribeirão Preto e Região e Diretor do Sarau de Todas as Tribos.
Contato: ovjribeiraopreto@gmail.com

14. CARLOS ROBERTO FERRIANI

FERRIANI-para-AVARMERP

Carlos Roberto Ferriani nasceu em São José do Rio Preto-SP em 1951.
Constituiu banda musical, Gemini V, em 1968, do Instituto de Educação Monsenhor Gonçalves em
São José do Rio Preto, vencedora de três festivais de música da região.
Aprovado em Odontologia na Faculdade de Odontologia de Araçatuba e de Medicina em São José
do Rio Preto em 1970
Lecionou violão no Instituto Carlos Gomes de São José do Rio Preto de 1972 até 1975.
Formou-se em Medicina em 1976, pela Faculdade Regional de Medicina de São José do Rio
Preto.
.
Concursado do HCFMRPUSP( Hospital das Clínicas) no departamento de Cirurgia Plástica.
Titular e Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, participando do corpo
discente e docente de vários cursos, jornadas e congressos da Sociedade Brasileira de Cirurgia
Representante Regional da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica por seis anos.
Presidente da Associação dos Cirurgiões Plásticos no Centro Médico de Ribeirão Preto.
Atualmente exerce atividades de Cirurgião Plástico em sua clínica particular.
Em Ribeirão Preto desde dezembro de 1981, recebeu o Título de Cidadão Ribeirãopretano, em
2008.
Rotariano, Rotary Ribeirão, ocupou vários cargos inclusive o de Presidente do Rotary Oeste em
1992.
Membro da ACRECE- Associação dos Cidadãos Ribeirãopretanos e Eméritos, desde 2009.
Foi Vice- presidente do Centro Médico de Ribeirão Preto por duas gestões
Diretor Social do Centro Médico de Ribeirão Preto.
Ocupa a cadeira 26 da ARL- Academia Ribeirãopretana de Letras e eéo atual Presidente.
Ocupa a cadeira 51 da ALARP- Academia De Letras e Artes de Ribeirão Preto
Membro da SOBRAMES, Sociedade Brasileira de Médicos Escritores.
Membro da APPERJ- Associação dos Poetas Profissionais do Rio de Janeiro, número 454.
Membro da UBE- União Brasileira de Escritores mat. 4039
Membro do Grupo de Médicos Escritores Dr. Carlos Roberto Caliento
Obras poéticas publicadas em jornais e revistas do gênero.
Vencedor do concurso de poesias, da UFSCAR, em dezembro de 2009, em primeiro lugar com o
poema: “Internet”.
Obra publicada”…Antes mesmo do sonho Tempos poéticos’(2009) Editora Instituto do Livro De
Ribeirão Preto ISBN 85-62852-01-5
Romance publicado: “ Fragmentos de uma vida” em 2011
Livro de poesias publicado em 2014. “Rimas.Com.Cr” em 2013

E-MAIL: crferriani@terra.com.br

15. MARA SENNA

MARA-SENNA-para-AVARMERP

Mara Senna
É autora de Luas Novas e Antigas (edição da autora, 2009), Ensaios da Tarde
(Coruja, 2012) Eternidades na palma da mão (Patuá, 2015). Participou de diversas antologias regionais e nacionais. Recebeu, respectivamente, o 1º e 3º lugar no Concurso Literário de Crônicas da Academia da ALARP (2009 e 2010), menção honrosa no Concurso Nacional de Poesias Helena Kolody, Paraná (2010). Foi classificada no Prêmio SESC de Poesia Carlos Drummond de Andrade (2009, 2010, 2011 e 2013) e no 10º. Concurso de Poesias da Universidade Federal de São João Del-Rei, MG (2010), e recebeu 3º lugar na categoria poema do Prêmio Mário Sérgio Cortella (2016). É filiada à União Brasileira dos Escritores (UBE) e membro titular da cadeira 29 da Academia de Letras e Artes de Ribeirão Preto (ALARP). Colabora com diversos portais e revistas de Poesia como Blocos Online, Mallamargens e outros.

Contatos:
@poetamarasenna/facebook
@todaprosamarasenna/facebook
http://marasenna.blogspot.com
e-mail: marasenna06@gmail.com

16. NELY CYRINO DE MELLO

NELY-CYRINI-para-AVARMERP

Nely Cyrino de Mello, licenciada em Pedagogia pela PUC de SP, atuou no Magistério ,como profa,diretora e supervisora. Pertence à ARE – Academia Ribeirão-pretana de Educação.
Como escritora, transita pelos vários gêneros: poemas, contos, crônicas, histórias infantis.
Pertence à ALARP-Academia de Letras e Artes de Ribeirão Preto e à Casa do Escritor e do Poeta.
Obras : Abro as Mãos-poemas.1991
Velha, Eu?- crônicas .2005
Histórias da Vó Lili-infantil 2009
Histórias que a vovó não contou- contos 2011
Poemas em Caleidoscópio 2018

Endereço no Facebook: https://www.facebook.com/profile.php?id=100006736125487&ref=br_rs

17. CLÉO REIS

CLEO-REIS-AVARMERP

CLÉO REIS – Cleonice Reis Silva – Poeta, Escritora. Cursou Magistério. Diplomou-se em Cursos de Extensão Cultural- Comunicação, Imprensa, Ciências Humanas.
Ama Filosofia e Natureza. Segue a corrente Aristotélica: “A arte, além de Bela, deve ser útil e servir ao Bem”. Concilia Trabalhos Culturais e Sociais. Sua trajetória ratifica o Ideal de luta contra preconceitos. Vive garimpando metáforas, amortizando Brisas. Acredita que a Arte é um dos recursos do Amor para melhorar o Mundo ao proporcionar troca e Elevação de emoções e sentimentos, entrelaçando Almas no Ideal de propagar o Belo num reconstrutivismo e semeadura permanentes. Ultrapassar barreiras, falar de Amor, apoiar iniciantes, acreditar no potencial Amorável do Ser Humano é essencial para a Arte e para a Vida.
1986 Inicia a Coluna POETAS DA TERRA – jornal O Diário, abrindo espaço para Poetas da Cidade.
DÉCADA DE 90 :
Membro Fundadora de GRUPOS CULTURAIS: Casa do Poeta e Grupos Jovens da Casa / I Núcleo Cultural de Bairro-Cora Coralina / CLB – Brasília / UEI / SOARTE – Jurada em Concursos Literários.
Coordena CONCURSOS LITERÁRIOS e de DECLAMAÇÃO da Casa do Poeta envolvendo Escolas de Ribeirão Preto e região, lotando SESC , Teatro Municipal e anfiteatros de Escolas.
PUBLICAÇÕES: LIVROS: 1988 – RITORNELO DO AMOR- Poesias //1990 – SOLIDÃO – Poesias – dedicado e entregue a NELSON R MANDELA //1992 – Biografia de Vicente T. de Sousa – seu Patrono na ALARP// 1998 – FLORESCER-Poesias e Reflexões// 2010- 3ª Edição do SOLIDÃO// 2015- FLORADA DA PAZ- Terceiro Milênio. Todos com renda doada para Trabalhos Sociais.
Publica crônicas em jornais locais e do País. Antologias locais e Editoras do RJ.
1992 Empossada na ALARP – Academia de Letras e Artes de Rib. Preto•.
Foi Secretária, Vice- Presidente e Presidente em Exercício em várias gestões.
PREMIAÇÕES: Tem várias Premiações Municipais, Nacionais e Diplomas de Honra ao Mérito Cultural. Membro Honorário de Academias Internacionais
Criadora e Coord. do CORAL FÊNIX-HC, realiza a Primeira gravação Oficial do Hino a Rib. Preto, entregue à Prefeitura, Secretarias, Câmara, Escolas, com Homenagem à Diva Tarlá.
1994 Segunda Secretária da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto
1999 Eleita Conselheira Tutelar / 2001- Coordena Concurso de Artes em Escolas e Ongs para a comemoração dos 10 anos do ECA.
DÉCADA DE 2000 : -Colunista dos Jornais “E a Família Como Vai?“ / Peregrino e Alumiar: www.alumiar.com.
2010 Copa- África cria o site www.cleoreis.com em Homenagem Nelson R. Mandela e realiza Evento de lançamento na 10ª Feira do Livro – de Ribeirão Preto.
2011 Cria o Blog http://cleoreispazepoesia.blosgpot.com
Idealiza o Projeto PAZ E POESIA – distribuição de poemas de variados autores em Eventos Culturais e Feira do Livro.
2015- Edita o Livro FLORADA DA PAZ- Terceiro Milênio.

Participações Individuas e em Grupos nas Feiras do Livro de Ribeirão Preto.
Exerce Trabalhos Voluntários desde 15 anos de idade. Naturalista. Vegetariana
Site Literário em Homenagem a Mandela www.cleoreis.com.br http://cleoreispazepoesia.blogspot.com.br , cleoreispoema@hotmail.com

AVARMERP-FOTOGRAFIA

2.PATRONO DE FOTOGRAFIA – JOÃO ROSSATO

JOAO-ROSSATO-AVARMERP

Professor de fotografia e vídeo de 1965 a 2012, fotografo e cinegrafista , vários prêmios em salões , bienais e festival de cinema , ganhou Kikito de ouro em gramado como diretor de fotografia do Filme Intolerância de Paula Fabiana , fotografou muitas capas de revistas , e trabalhou em mais de 100 filmes , comerciais , longa e curta metragem. Prestou serviços de fotografia e vídeo no Bombeiro de Santos e Ribeirão Preto , onde tinha a patente de primeiro sargento.

MEMBROS

1.
ANTONIO CARLOS TÓRTORO

AVARMERP-AC-TÓRTORO

Antonio Carlos Tórtoro é escritor, educador, fotógrafo/diretor do Grupo Amigos da Fotografia, fundador e 1º. Presidente da ARE- Academia Ribeirão-pretana de Educação e ex-presidente da ARL- Academia Ribeirãopretana de Letras. Site: www.tortoro.com.br

2. LU DEGOBBI

avarmerp-lu-degobbi

Lu Degobbi é fotógrafa do Grupo Amigos da Fotografia, com participação em salões e bienais de fotografia. Realizou diversas exposições fotográficas. Fotografou as capas de 4 edições da revista Ponto & Vírgula além de realizar cobertura fotográfica de diversos saraus da P&V.
https://www.facebook.com/ldtgaf/

3. ROD TÓRTORO

AVARMERP-ROD-TÓRTORO

Rod Tórtoro é fotógrafo do Grupo Amigos da Fotografia. Realizou diversas exposições fotográficas abordando como tema a natureza: seu preferido. Uma foto sua foi premiada em 1º. lugar pelo júri paralelo do I Salão Nacional de Arte Fotográfica da Ordem dos Velhos Jornalistas de Ribeirão Preto.
https://www.facebook.com/gafrod/

4. ELZA ROSSATO

ELZA-AVARMERP

Fotógrafa, professora de fotografia, ganhadora de vários prêmios em Bienais e Fotografia Nacional e internacional
Presidente do Grupo Amigos da Fotografia. Fotografou vários editoriais de moda e capa de revistas.
Conselheira da Confederação Brasileira de Fotografia.

https://www.facebook.com/groups/458077920958353/
amigosdafotografia@ hotmail.com

5. CLAUDINHO SPINOLA

CLAUDIO-SPINOLA-para-AVARME

Cláudio Rodrigo Spinola
Apelido: Claudinho Spinola
– Fotógrafo;
– Comunicador Visual, Arte Finalista e Designer Gráfico;
– Pintor (pintura acadêmica, óleo sobre tela).

Atribuições:
– Comunicador Visual, Auditor Fiscal e Fotógrafo da Ordem dos Jornalistas de Ribeirão Preto – OJRP;
– Comunicador Visual e Fotógrafo do Sarau Todas as Tribos;
– Fotógrafo oficial e integrante da União dos Escritores Independentes – UEI;
– Integrante e Fotógrafo da Casa do Poeta e do Escritor de Ribeirão Preto e Região.

Formação Acadêmica:
Comunicação Social, com ênfase em Publicidade e Propaganda.

Referências:
Páginas no Facebook (Claudinho Spinola):
– Spinola Arte Final;
– Fotos & Momentos – Claudinho Spinola.

6. MARCO PIRES

MARCO-PIRES-para-AVARMERP

Marco Pires, membro do GLOBAL PHOTOGRAPIC UNION com sede na Europa Iniciou seus trabalhos na fotografia com 15 anos, filho de fotógrafo, já aos 15 anos fotografava com seu pai inúmeros eventos, aos 18 anos abriu seu primeiro foto em Ribeirão Preto, entre inúmeros eventos fotografou casamento em Milão na Itália e em Montreal no Canadá e quase todas as cidades da região metropolitana de Ribeirão Preto, morou 8 anos na Itália onde se especializou em fotografia e comunicação, premiado em concurso fotográfico na Europa e com foto publicitária na Itália, atua no setor de eventos sociais, hoje em seu espaço de eventos e realiza casamentos com o mesmo amor e carinho do seu primeiro casamento, e chama isso de amor à profissão.
Contatos: Tel.(16) 98101.2815
Email: marco.pires@terra.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/marco.de.oliveira.pires
https://www.facebook.com/EspacoPrime

7. FRANCISCO JOSÉ RIPAMONTE

FRANCISCO-RIPAMONTE-para-AV

FRANCISCO JOSÉ RIPAMONTE
Brasileiro, nasceu em Luiz Antonio, Estado de São Paulo em 18de
março de 1950. Casado com Fernanda Castello Moço Ripamonte. Tem três
filhas e quatro netos.
Concluiu o Curso Ginasial na Escola Estadual em Urupês- SP, no ano
de 1967 e no Instituto de Educação Otoniel Mota em Ribeirão Preto graduou-se
em Magistério no ano de 1969.
Advogado, Bacharel em Direito colando grau no ano de 1975, no Centro
de Ciências Humanas da UNAERP, com especialização em Direito Civil.
Integrou a equipe de compilação de dados do Professor Doutor Valentin
Carrion, quando da elaboração do Livro Comentários à Consolidação das Leis
do Trabalho – 1ª Edição – 1976.
Integrou o CONPAC – CONSELHO DE PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO
CULTURAL DO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO – CONPPAC/RP, como
representante da 12ª Subseção da OAB.
Participou a convite da 12º Subsecção da OAB em 2000 e 2001de diversos
eventos culturais.
É fotógrafo amador desde 1998 tendo participado dos Cursos de Fotografia de
Tony Miyasaka (2003), João Rossato e Elza Rossato em Ribeirão Preto.
Participou de concursos como integrante do Grupo Amigos da
Fotografia, tendo recebido medalhas e diplomas de honra ao mérito.
Participou XIV Bienal de Arte Fotográfica Brasileira, Cores, Categoria Papel, da
Secretaria Municipal da Cultura em 07 de maio de 2005, tendo sido agraciado
com a Medalha de Ouro.
Participou do 43º Salão Jauense Internacional de Arte Fotográfica em 11 de
ago de 2007.
Recebeu Menção Honrosa por sua participação no V Salão Nacional de
Arte Monocromática de Ribeirão Preto, realizado de 06 de janeiro a fevereiro
de 2018, pelo Grupo Amigos da Fotografia, na Casa da Cultura sendo
parceiros a Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto e a Confederação Brasileira
de Fotografia.
Organizou o 1º e 2º“Concurso de Contos e Poesias Flávio Henrique
Lemos” promovido pela Diretoria do Fórum de Ribeirão Preto.

Contato: https://www.facebook.com/fernanda.ripamonte.3

AVARMERP--PINTURA

3.PATRONO DE PINTURA – FRANCISCO AMÊNDOLA

FRANCISCO-AMENDOLA-AVARMERP

Francisco Amêndola da Silva (Ibitinga SP 1924 – Ribeirão Preto SP 2007). Pintor, ilustrador, publicitário, artista gráfico e fotógrafo. Nasce na Fazenda São José Figueira. Seu pai, um líder político, funda o banco Melhoramentos de Ibitinga e o vilarejo de Cambaratiba. Em 1938, muda-se para Campinas e estuda no colégio interno Ateneu Paulista. Nessa época, passa a interessar-se por arte, principalmente pelo desenho. Transfere-se, em 1941, para o Colégio Estadual, em Araraquara, onde permanece até 1944. Nesse ano, com a morte do seu pai, volta a Ibitinga e assume a administração da fazenda. Mais tarde retorna à Araraquara, onde estuda na Escola de Belas Artes e tem aulas de pintura com Mário Ybarra de Almeida (1893-1952) e posteriormente com Domenico Lazzarini (1920-1987). Forma-se em 1950 e, em 1951, participa do Salão de Belas Artes de Araraquara, ao lado de Alfredo Volpi (1896-1988), Tarsila do Amaral (1886-1973), Flávio de Carvalho (1899-1973) e Aldemir Martins (1922-2006). A exposição repercute na mídia e atrai a atenção de críticos, como Ivo Zanini (1929) e Sérgio Milliet (1898-1966). Participa da 1ª Bienal Internacional de São Paulo, em 1951. Em 1954, torna-se diretor da Escola de Belas Artes de Araraquara, onde também leciona. Faz trabalhos em publicidade e ilustrações para a imprensa. Em 1959, dá aulas na Escola de Artes Plásticas de Ribeirão Preto. Envolve-se com as diversas atividades promovidas pela escola, como os clubes de fotografias, mostras de acervos de museus, festivais de cinema, noites de autógrafos, cursos e palestras. Em 1966, funda com outros artistas o Atelier 1104.

MEMBROS

1. SIMONE ABI KALIL NEVES

SIMONE-NEVES-AVARMERP

De nacionalidade portuguesa, mas nascida em Beyrouth, Líbano, está radicada no Brasil há cerca de quatro décadas, tendo vivido antes, por vários anos, na Guiné-Bissau e, posteriormente, em Portugal e Angola.
Maiores informações : https://drive.google.com/file/d/0B9f-Ew-shJykc2NvcHZ4Zk9MdGM/view?ts=59bc4b0d

2. MARCOS MOREIRA

MARCOS-MOREIRA-para-AVARMER

Marcos Moreira é Promotor de Justiça Aposentado.
Artista plástico (pintura), realizou e participou de inúmeras exposições individuais e coletivas em Ribeirão Preto e Região.
Selecionado e premiado várias vezes em prestigiados e tradicionais salões de Artes, nas categorias Acadêmico, Moderno e Contemporâneo.
Selecionado na seção “Galeria de Arte” da “Coleção de Pintura Domani” n. 18.
Dedica-se também à poesia, sendo membro da Casa do Poeta e do Escritor e da UEI (União dos Escritores Independentes), tendo participado de algumas edições da Antologia Ponto & Vírgula e do CD “Poetas de Ribeirão Preto” (Projeto de Ely Vieitez Lisboa e colaboração de Irene Coimbra e Antonio Carlos Tórtoro).

E-mail: mmoreiraarte@hotmail.com
facebook: Marcos Moreira

3. Idem
4. Idem
5. Idem

AVARMERP--ESCULTURA

4.PATRONO DE ESCULTURA – BASSANO VACCARINI

BASSANO-VACCARINI-AVARMERP

Bassano Vaccarini nasceu em San Colombano al Lambro, Itália em 1914. Quando jovem já dava mostras de sua genialidade: foi escolhido melhor escultor jovem do ano de 1933.[1]Participou da 2ª Guerra Mundial como paraquedista.[2]Com o fim da guerra, veio ao Brasil, chegando no Rio de Janeiro em 1946. Na cidade de São Paulo ajudou a fundar o Teatro Brasileiro de Comédia, além de dirigir peças de teatro, produzir filmes e lecionar na FAU-USP. Posteriormente, em 1958, foi convidado pelo prefeito de Ribeirão Preto, Costábile Romano, a restaurar prédios da cidade. Entre 1960 e 1962, realizou, com Rubens Francisco Lucchetti, uma série de filmes experimentais (alguns eram desenhados na própria película; outros, filmados quadro a quadro), que teve grande repercussão nacional e internacional. Sua aproximação com Altinópolis – cidade em que viveu até sua morte em abril de 2002 – se deu por volta de 1980, a convite do então prefeito Dr. Pio Antunes de Figueiredo. Enquanto trabalhou em Altinópolis, Vaccarini se empenhou em transformar a cidade em uma “galeria a céu aberto”. Dentre inúmeras obras de arte, destaca-se a Praça das Esculturas, onde retrata e exalta, por meio de esculturas, o papel da mulher na sociedade.

MEMBROS

1. AGUARDANDO INSCRIÇÃO
2. Idem
3. Idem
4. Idem
5. Idem

AVARMERP--TEATRO

5.PATRONO DE ARTES CÊNICAS – PAULO GOULART

PAULO-GOULART--AVARMERP

Paulo Goulart, nome artístico de Paulo Afonso Miessa (Ribeirão Preto, 9 de janeiro de 1933 – São Paulo, 13 de março de 2014), foi um ator, dramaturgo, diretor e escritor brasileiro. Considerado um dos maiores talentos do teatro brasileiro. Goulart deixou sua marca na televisão e no cinema.
Dentre os prêmios e homenagens que recebeu em sua carreira, o Troféu Roquette Pinto de Melhor Ator (1967), o Troféu Helena Silveira de Melhor Ator (1970), o Troféu APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) e o Prêmio Molière de Melhor Ator em 1974, por sua atuação em Orquestra de Senhoritas, de Jean Anouilh, com direção de Luís Sérgio Person. Em 2003, ganhou o Prêmio Contigo! de Melhor Vilão pelo trabalho na novela Esperança.[3]
A família Goulart foi homenageada na 18ª edição do Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro. Paulo Goulart, Nicette Bruno e seus filhos Beth Goulart, Bárbara Bruno e Paulo Goulart Filho receberam um Troféu Especial, pela união e realizações teatrais ao longo de mais de duas décadas. Por ter colocado em prática o Programa Teatro nas Universidades, sob a Lei Rouanet, recebeu em 2009, o Prêmio Especial da Associação Paulista dos Críticos de Arte. Em 2010, recebeu o Troféu Super Cap de Ouro de Melhor Ator. Em 2014, Paulo foi homenageado na 26º edição do Prêmio Shell de Teatro de São Paulo.[6] Em 2015, Paulo recebeu uma homenagem póstuma com a inauguração da sala de Teatro Paulo Goulart, em São Paulo.

MEMBROS

1. AGUARDANDO INSCRIÇÃO
2. Idem
3. Idem
4. Idem
5. Idem

AVARMERP-MUSICA

6.PATRONO DE MÚSICA – DR LUIZ GAETANI

DR-LUIS-GAETANI-AVARMERP

Falecido em 04 de maio de 2015.
Nascido em Ribeirão Preto, em 07 de Janeiro de 1.930
Formado médico em 1.954 pela Universidade Federal do Paraná – Curitiba –
ATIVIDADES PROFISSIONAIS:
Residente em Ortopedia e Traumatologia no Hospital dos Servidores do Estado – Rio de Janeiro, de 1.955 a 1.956 –
Estagiário nos Hospitais: Miguel Couto, Rio de Janeiro, 1.955; Santa Casa de Ribeirão Preto de 1.956 a 1.963; na Itália, em 1971 e em Buenos Aires de 1972.
Professor de Anatomia Humana e Socorros de Urgência na Faculdade de Educação Física da UNAERP. Ribeirão Preto, de 1.970 a 1.973.
Chefe do Departamento Médico do Botafogo Futebol Clube, profissional, de 1.960 a 2.000.
Ortopedista da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto
Fundador do Serviço de Ortopedia Dr. Gaetani do Hospital da Beneficência Portuguesa.
TÍTULOS:
Especialista pela Associação Médica Brasileira.
Vice-Chefe do Departamento de Residência em Ortopedia do Hospital dos Servidores do Estado, Rio de Janeiro, em 1.956.
Especialista pelo Serviço de Ortopedia do Hospital dos Servidores Públicos do Rio de Janeiro.
Sócio Fundador e Ex-Presidente do Departamento de Ortopedia do Centro Médico de Ribeirão Preto.

MEMBROS

1. LUIZINHO GONZAGA

LUIZINHO-GONZAGA-AVARMERP

É músico autodidata, formado em Musicoterapia pela Universidade de Ribeirão Preto, com especialização em saúde pública. Iniciou sua carreira artística em 1980, apresentando-se em casas noturnas, teatros e Praças, na cidade de São Paulo. Em 1985 foi trabalhar no Hospital Psiquiátrico do Juquery, onde passou a trabalhar com os internos através da música. Lá montou o Grupo “Loucos pela Vida”, apadrinhado por Carlinhos Antunes com o qual realizou vários trabalhos musicais.
Apresentou-se em vários eventos musicais da Luta Antimanicomial só ou com o Grupo “Loucos pela Vida”, em lugares como a Pça da Paz no Ibirapuera, Sé, ao lado de Jorge Mautner, Tom Zé e outros.
Coordenou como arte-educador diversas oficinas artísticas e culturais em várias cidades de São Paulo (Capital e interior).
Gravou e dirigiu o CD Terras do Juquery, obra de autoria própria.
Participou do primeiro CD de compositores de Ribeirão Preto SP, A Cidade e a Canção.
Realizou aberturas de shows para Zé Ramalho, Beto Guedes e Renato Teixeira.
Participou entre os 50 convidados, da Oficina de Indicações e diversidade cultural com a presença do Ex-Ministro da Cultura, Gilberto Gil.
Coordenou Oficinas de Artes junto ao SESC de Ribeirão Preto.
Em 2009 participou do Show Musical Carlinhos Antunes e Orquestra Mundana, ao lado do ator Paulo Betti e músicos internacionalmente reconhecidos – Auditório Ibirapuera Direção Artística e integrante do Espetáculo “Loucos pela Vida” (Música, Artes Cênicas e Artes-plásticas), cujo objetivo principal é a reflexão sobre “Loucura” e “Normalidade”. Estreou em maio de 2009 no SESC Ribeirão Preto-SP.
Direção e integrante do espetáculo “Brasil Caboclo”, Amigos da Casa-2013 junto com Evandro Navarro.
Realizou trilha sonora do filme ”Exclusos”- USP/2013. Indicado como melhor trilha sonora no Festival de Garça Aranha.
Atualmente atende como musicoterapeuta em consultório e no CAPS, onde utiliza a música como recurso terapêutico.
Contato: www.grupobambayuque.com

2. CAMILO CALANDRELI

CAMILO-CALANDRELI-AVARMERP

Formado pelo Depto. de Música da ECA-USP, onde foi aluno do Prof.Dr. Olivier Toni, é Cantor Lírico, Maestro e Professor de Técnica Vocal, Musicalização Infantil, História da Arte e História da Ópera. É maestro do Coral Eurípedes Barsanulfo em Batatais e professor de musicalização infantil em colégios de Ribeirão Preto. É solista frente a grandes orquestras do Brasil, atuando com inúmeros maestros, interpretando diversos papéis em óperas e concertos. Foi premiado no Concurso Nacional de Canto Lírico Carlos Gomes em 2013 e 2014.

3. ALCIONY MENEGAZ

ALCIONY-para-AVARMERP

Alciony Menegaz
Nascida numa família tradicionalmente musical, filha do Maestro Yolando Menegaz com Sra.Hermínia Menegaz, começou cantando na Rádio Barretos PRJ-8, no Programa infantil “A alegria da garotada”, com apenas quatro aninhos. Logo tornou-se a atração, passando a participar dos outros programas e importantes eventos da cidade.
Já na adolescência, foi integrante do grupo musical liderado por seu pai, Yolando Menegaz, “The Kick- Backs”, com a participação dos seus dois irmãos: César e Érico, Fininho Ajax Fernandes, José Lázaro e Moisés. Por seis anos percorreram cidades deste país em apresentações.
Depois vieram os Festivais de MPB. Em Barretos no FEBAMPO, comandado por Paulo Flosi, ganhou o prêmio de melhor intérprete nos três em que concorreu, inclusive com gravação em disco do primeiro Festival (1968) interpretandoTapera, de Wanda Cesar; no 4º FEBAMPO, foi homenageada. Também se apresentou em outros festivais: em Ribeirão Preto e Festival do Chapadão em Uberaba, 1969, onde recebeu o prêmio de Consagração Popular.
Em 1970, buscou a capital São Paulo, onde foi contratada por Abelardo Figueiredo, para a casa de shows “O Beco”, como show-woman dos seus musicais. Em 1971 foi contratada pela gravadora RCA Victor que lançou seu primeiro disco, “Alcione” com a música “Isabela”. Ainda na RCA, gravou mais dois compactos como Alcione, em 1973 e 1975. Participou de inúmeros programas de TV para divulgação dos seus discos como: “Clube dos Artistas” e “Almoço com as Estrelas”, de Airton e Lolita Rodrigues, Programa do Bolinha, Clarisse Amaral, Hebe Camargo na Bandeirantes e na Tupy, inúmeros outros programas nas TVs Paulistas.
Em 1972 casou-se com Francis Monteiro, que na época era integrante do “The Clevers”. Possuem três filhos: Thiago, Gustavo e Myrthes, e dois netos: Gabriel e Bento. No início de 1974 sofreu um acidente doméstico com álcool, tendo que se afastar por um longo período dos palcos.
Depois voltou a cantar com grupos musicais: Jongo trio, Super Som TA, com quem se apresentou no “Studio 54” em Nova Iorque. Também gravou um compacto cantando em inglês, que foi lançado na Venezuela, em 1977. Em 1979 é contratada pela gravadora Continental para gravar em disco o comercial do cigarro Ella “Ella sou eu”, sucesso em todo país, usando o nome Maria. Em 1980 resolveu afastar-se dos palcos, dedicando-se à família que aumentava, mas continuou, junto com Francis, a abrilhantar os Carnavais no Jockey Club de Barretos, assim como, shows em eventos especiais, também, em Barretos.
Começou a pintar óleo sobre tela e logo já estava vendo suas obras em exposições. Em 1989 mudou-se com a família para Ribeirão Preto, voltando a se dedicar à pintura. Fez várias exposições, conheceu a aquarela e também uma nova maneira de expressão através da escrita. Teve seu conto “A sexta hora” selecionado pela Litteris Editora, participando da antologia: “Best-Seller, O melhor da literatura”. Vieram outros contos, muitos poemas, crônicas que serão publicados. Em 2008, através do show “Tributo a Elis” retoma sua carreira voltando a gravar, com apresentações na Alemanha, onde apresentou seu CD “Mundo Belo”. Fez vários programas de TV como o “Sr. Brasil de Rolando Boldrin”, um especial pela Rede Vida de Televisão e vários programas regionais. Em 2009 retorna em shows na Alemanha, Hamburgo, com seu filho Thiago Monteiro ao piano.
Em 2011 entrou para a ALAB – Academia de Letras e Artes de Barretos, como Acadêmica Honorária. Foi apresentadora do Programa “Música e Arte com Alciony Menegaz” na TV RP Canal 9 Net, em Ribeirão Preto, que lhe inspirou o CD “Voz e violão”, com músicas que abriam seu programa.
É membro da Casa do Poeta e Escritores de Ribeirão Preto, da UEI, do Grupo de Médicos Escritores e Amigos Dr. Carlos Roberto Caliento, Saraus Ponto & Vírgula e participação em oito Antologias.
Apresentou o programa na Rádio Portuguesa do Var, em Portugal: “Sucessos do Brasil de ontem e de sempre”.

Tem dois e-mails: alcionemenegaz@gmail.com e alcionymenegaz@gmail.com

4. Idem
5. Idem

AVARMERP--CINEMA

7.PATRONO DE CINEMA – LIMA DUARTE

LIMA-DUARTE-AVARMERP

Lima Duarte, nome artístico de Ariclenes Venâncio Martins, é um ator, diretor de telenovela, dublador e apresentador brasileiro.
contratado pela Rede Globo como diretor, graças à fama obtida pela direção de duas novelas de grande sucesso e popularidade nos anos 60, O Direito de Nascer e Beto Rockfeller, ambas ainda na Tv Tupi. Conseguiu dar um salto na carreira ao interpretar o personagem Zeca Diabo, na novela O Bem-Amado (1973), de Dias Gomes. Imitando a voz fina de um parente na interpretação do violento jagunço, obteve grande notoriedade e foi premiado, transformando esse personagem num dos maiores sucessos da história das telenovelas. Em 1984, substituiu Rolando Boldrin no programa Som Brasil, onde também contava histórias de escritores consagrados como Guimarães Rosa.
Outro personagem antológico da história da telenovela brasileira foi o Sinhozinho Malta de Roque Santeiro, novela escrita por Dias Gomes e Aguinaldo Silva. Tendo ganhado destaque também o milionário Dom Lázaro Venturini, sócio majoritário da Venturini Designers na novela Meu Bem, Meu Mal de Cassiano Gabus Mendes, o personagem foi responsável por uma das frases mais memoráveis da novela, a antológica frase: “Eu quero melão!”. Houve também o histórico Sassá Mutema, de O Salvador da Pátria (1989). Em Da Cor do Pecado ele viveu o empresário Afonso Lambertini e protagonizou cenas emocionantes da trama, como a que descobre que o filho não morreu e que logo em seguida é assassinado na frente dele.
Interpretou ainda o prefeito Viriato Palhares em Desejo Proibido (2007/08), novela exibida às 18 horas pela Rede Globo. Em Caminho das Índias (2009), foi Shankar, um brâmane, pai de Bahuan (Márcio Garcia). Interpretou o vilão Max Martinez em Araguaia (2010). Em Julho de 2015 aceita o convite da TV Cultura para apresentar o programa Viola Minha Viola.

MEMBROS

1. AGUARDANDO INSCRIÇÃO
2. Idem
3. Idem
4. Idem
5. Idem

AVARMERP--ARQUITETURA

8.PATRONO DE ARQUITETURA – OSCAR NIEMEYER

OSCAR-NIEMEYER-AVARMERP

Nascido no Rio de Janeiro, Niemeyer estudou na Escola Nacional de Belas Artes (atual UFRJ) e durante seu terceiro ano estagiou com Lúcio Costa, com quem acabou colaborando no projeto para o Ministério de Educação e Saúde, atual Palácio Gustavo Capanema, no Rio de Janeiro. Contando com a presença de Le Corbusier, Niemeyer teve a chance de trabalhar junto com o mestre suíço, sendo ele uma grande influência em sua arquitetura. O primeiro grande trabalho individual de Niemeyer foram os projetos de uma série de edifícios na Pampulha, um subúrbio planejado no norte de Belo Horizonte. Esse trabalho, especialmente a Igreja São Francisco de Assis, recebeu elogios da crítica nacional e estrangeira, chamando a atenção internacional a Niemeyer. Ao longo dos anos 1940 e 1950, Niemeyer se tornou um dos arquitetos mais prolíficos do Brasil, projetando uma série de edifícios, tanto no país como no exterior. Isso incluiu o projeto de diversas residências e edifícios públicos, e ainda a colaboração com Le Corbusier (e outros) no projeto da sede das Nações Unidas em Nova Iorque, o que provocou convites para ensinar na Universidade Yale e na Escola de Design da Universidade Harvard.
Em 1956, Niemeyer foi convidado pelo novo presidente do Brasil, Juscelino Kubitschek, para projetar os prédios públicos da nova capital do Brasil, que seria construída no centro do país. Seus projetos para o Congresso Nacional do Brasil, o Palácio da Alvorada, o Palácio do Planalto, o Supremo Tribunal Federal e a Catedral de Brasília, todos concluídos anteriormente a 1960, foram em grande parte de natureza experimental e foram ligados por elementos de design comuns.

MEMBROS

1. FIORELLA QUEIROZ

FIORELLA-AVARMERP

Fiorella Queiroz graduou se em arquitetura e urbanismo no ano de 2002 pela Universidade Paulista – UNIP e desde então atua executando projetos residenciais, comerciais e corporativos em Ribeirão Preto e Região.
Trabalhou com arquitetos de renome na cidade como Eduardo Figueiredo e Reinaldo Castroviejo Santos vivenciando a dinâmica dessa profissão tão abrangente. Sua experiência profissional e as constantes atualizações a permitem inovar nos seguimentos de arquitetura, interiores, mobiliário, luminotécnica, paisagismo e retrofit.
Seus projetos detalhados refletem um comprometimento sério com as obras desde a criação até a execução. Seu objetivo é sempre respeitar os desejos de cada cliente para a realização de seus sonhos, com um trabalho transparente e de qualidade.
Face:
https://www.facebook.com/fiorellaqueirozarquitetura/
Insta:
https://www.instagram.com/fiorellaqueiroz/?hl=pt-br
Site:
fiorellaqueiroz.arq.br

2. Idem
3. Idem
4. Idem
5. Idem

AVARMERP---QUADRINHOS

9.PATRONO DE ARTE SEQUENCIAL – MAURÍCIO DE SOUZA

MAURICIO-DE-SOUZA-AVARMERP

Mauricio de Sousa começou a desenhar histórias em quadrinhos em 18 de julho] de 1959, quando uma história do Bidu, sua primeira personagem, foi aprovada pelo jornal. As tiras em quadrinhos com o cãozinho Bidu e seu dono, Franjinha, deram origem ao famoso menino de cabelos espetados Cebolinha.
Atualmente Bidu, que é o animal de estimação de Franjinha, participa tanto com seu dono como em historinhas em que é o astro principal, dialogando com outros cães e até com pedras(!). Bidu é o símbolo da empresa de Mauricio, a Mauricio de Sousa Produções. Na revistas Lostinho-Perdidinhos nos Quadrinhos e no primeiro número da revista Saiba Mais, no entanto, é revelado que a primeira criação de Mauricio foi um personagem super-herói chamado “Capitão Picolé”.
Junto dos desenhistas como Messias de Mello, Gedeone Malagola, Ely Barbosa, Júlio Shimamoto integrou a Associação de Desenhistas de São Paulo (ADESP), a ADESP tinha como bandeira reserva de mercado, Mauricio chegou a ser presidente da associação, com a instalação da Ditadura Militar, saiu da associação, alegando que estava ganhando conotação política.
Em 1963, Mauricio de Sousa cria junto com a jornalista Lenita Miranda de Figueiredo, Tia Lenita, a Folhinha de S. Paulo. Sua personagem Mônica foi criada neste ano. Em 1987, passou a ilustrar o recém-criado suplemento infantil d’O Estado de S. Paulo, o Estadinho, que até hoje publica tiras da Turma da Mônica.
Mauricio montou uma grande equipe de desenhistas e roteiristas e depois de algum tempo passou a desenhar somente as histórias de Horácio, o dinossauro.

MEMBROS

1. AGUARDANDO INSCRIÇÃO
2. Idem
3. Idem
4. Idem
5. Idem

AVARMERP--DANÇA

10.PATRONA DE DANÇA – ANA BOTAFOGO

ANA-BOTAFOGO

Ana Botafogo (Rio de Janeiro, 9 de julho de 1957) é uma bailarina e atriz brasileira.
Começou a estudar em sua cidade natal e a dançar profissionalmente na França, no Ballet de Marselha. Frequentou ainda a Academia Goubé na Sala Pleyel, em Paris(França), a Academia Internacional de Dança Rosella Hightower, em Cannes (França), e o Dance Center-Covent Garden, em Londres (Inglaterra).
Desde 1981 é a primeira-bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro já tendo se apresentado na Europa, América do Norte, América Central e América do Sul.
Estreou no Municipal com o ballet Coppélia, o que abriu portas para novos convites internacionais. Fez uma participação especial como atriz em Páginas da Vida, telenovela das oito da TV Globo, escrita por Manoel Carlos, no papel de filha de Tarcísio Meira e Glória Menezes, e como uma professora de ballet muito culta.
Ana Botafogo é, sem dúvida, o principal nome da dança clássica brasileira. Carioca, torce para o Botafogo. Começou a fazer iniciação musical e a dançar aos seisanos de idade com a bailarina do Teatro Municipal do Rio de Janeiro Luciana Bogdanish. Aos onze anos, já dançava no palco do Teatro Municipal do Rio de Janeiro nas apresentações de final de ano da academia que frequentava.
Na França, para onde se mudou, Ana começou sua carreira profissional, participando de festivais por toda a Europa. Após um outro período morando em Londres, ela veio ao Brasil e participou de um concurso que fez dela a Primeira Bailarina do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, já tendo dançado, desde então, clássicos do ballet como A Bela Adormecida, O Quebra-Nozes, Giselle, Romeu e Julieta, La Sylphide, Dom Quixote, La Bayadéré, O Lago dos Cisness e Onegin entre outros.
Mesmo sendo bailarina do Teatro Municipal, Ana já foi várias vezes ao exterior como convidada de outras companhias, como a Saddler’s Wells Royal Ballet, de Londres, o Ballet Nacional de Cuba, o Ballet Nacional da Venezuela e o Ballet del’Opera di Roma entre outras. Alguns de seus principais partners foram Fernando Bujones, Jean Yves Lormeau, Julio Bocca, Stephen Jefferies, Lazaro Carreño, Alexander Godunov e Richard Cragun.
Ana já recebeu vários prêmios e homenagens no Brasil e no exterior pelo conjunto de sua obra, e além das temporadas do Teatro Municipal, desenvolve seus próprios projetos, levando espetáculos a diversas capitais brasileiras, como o Ana Botafogo In Concert e Três Momentos de Amor.
A estreia como atriz veio em 2006 com Páginas da Vida, de Manoel Carlos. Na novela da Rede Globo, Ana viveu Eliza, uma ex-bailarina.

MEMBROS

1. AGUARDANDO INSCRIÇÃO
2. Idem
3. Idem
4. Idem
5. Idem

ACADEMIAS, AVARMERP - ACADEMIA VIRTUAL DE ARTES DA REGIÃO METROPOLITANA DE RIBEIRÃO PRETO, Sem categoria